Bolsa Família Emergencial: Pagamento e Regras para Receber R$600

Com a pandemia do novo coronavírus, o Governo brasileiros criou o Bolsa Família Emergencial Bolsa Família emergencial. Inscritos no Cadastro Único, os beneficiários desse programa irão receber um auxílio do governo no valor de R$600 por até três meses, podendo ter prazo de duração prorrogado. Ainda não sabe como receber o Bolsa Família Emergencial? Então continue nos acompanhando! 

Bolsa Família Emergencial

O que é o Bolsa Família Emergencial?   

Em meio a pandemia do novo coronavírus, o Governo Federal criou um Auxílio Emergencial. O mesmo é um benefício destinado aos trabalhadores informais, autônomos, desempregados e microempreendedores individuais (MEI). Além desses, os beneficiários do Bolsa Família inscritos no Cadastro Único também receberão o auxílio no valor de R$600. 

Bolsa Família Emergencial

Esse auxílio tem como principal objetivo ajudar as famílias brasileiras a enfrentarem a crise causada pela pandemia do Coronavírus – COVID 19, já que muitos dos brasileiros estão afastados do trabalho e sem renda devido a quarentena para evitar uma maior disseminação do vírus. 

De acordo com a Caixa Econômica federal, dos R$ 98,2 bilhões que serão destinados ao pagamento do auxílio emergencial, que também está sendo chamado de CoronaVoucher e que irá disponibilizar cerca de R$ 600, totalizando em R$ 43,71 bilhões que  serão destinado aos beneficiários do Bolsa Família. 


Quem tem direito ao Bolsa Família Emergencial? 

O Auxílio Emergencial no valor de R$600,00 será pago aos trabalhadores informais, autônomos, microempreendedores individuais (MEI) e os beneficiários do Bolsa Família. 

As regras são claras, tem direito ao Bolsa Família emergencial aqueles que se encaixarem nas condições abaixo:

  • Ter idade igual ou superior a 18 anos;
  • Ser Microempreendedor Individual (MEI);
  • Estar inscrito no CadÚnico para Programas Sociais do Governo Federal;
  • Receber até meio salário mínimo por pessoa (R$ 522,50) ou até 3 salários mínimos por família (R$ 3.135,00);
  • Ser contribuinte individual ou facultativo do Regime Geral de Previdência Social;
  • Não ter recebido rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2018.

Valor emergencial do benefício

Bolsa Família Emergencial pago pelo Governo Federal é no valor do Bolsa Família 2021 de R$600,00. Para as mulheres que forem mães e chefe de família, estando dentro dos demais requisitos estabelecidos, poderão receber R$ 1.200,00 (duas cotas) por mês. 


Cadastro Bolsa Família emergencial 

Os beneficiários do Bolsa Família não precisam se cadastrar, pois já possuem cadastro CadÚnico 2021. Os mesmos vão receber o auxílio emergencial no mesmo dia de pagamento do programa social, nos últimos dez dias úteis de cada mês. 

Bolsa Família Emergencial

Quem está no Bolsa Família receberá o maior valor entre o Bolsa Família e o auxílio do Governo no fim de abril, de maior e de junho. 

Já para os outros beneficiários, como os trabalhadores autônomos, informais e desempregados que não estão no Cadastro Único, poderão se cadastrar no aplicativo e site lançados pela Caixa. 

  • Site para cadastro (aqui)
  • Aplicativo para cadastro (Android(IOS)

Pagamento emergencial pelo CadÚnico e MEI

O Bolsa Família Emergencial para os beneficiários deste programa, as três parcelas do auxílio serão pagas nos mesmos dias de pagamento do Bolsa Família. Ou seja, nos últimos dez dias de cada mês, conforme o final do Número de Inscrição Social (NIS), nos meses de abril, maio e junho. 

✓  Saiba o que fazer caso esteja com o Bolsa Família cancelado ou suspenso 2021

Para os inscritos no CadÚnico:

  • Primeira parcela: A partir do dia 9 de abril;
  • Segunda Parcela: Entre 27 e 30 de abril, dependendo do mês de nascimento;
  • Terceira Parcela: Entre 26 e 29 de maio, dependendo do mês de nascimento.

Para os trabalhadores MEI

  • Primeira parcela: A partir de 14 de abril;
  • Segunda Parcela: Entre 27 e 30 de abril;
  • Terceira Parcela: Entre 26 e 29 de maio.

Nesta primeira fase do auxílio, não haverá saques, apenas depósitos ou transferências. Ou seja, o dinheiro só poderá ser movimento eletronicamente. 

Bolsa Família Emergencial

Avalie este artigo

Avaliação média: 4.78
Total de Votos: 18

Bolsa Família Emergencial: Pagamento e Regras para Receber R$600